sexta-feira, 5 de março de 2010

A Arte de Coração



A Arte de Coração

Prov 4.23- Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida.

Sal 33.3 - Cantem-lhe uma nova canção; toquem com habilidade ao aclamá-lo.

Sabe amados,
quando falamos de música, ou de adoração, creio que o mais difícil é encontrar o meio entre a tecnica e a vida da adoração. Muita gente acredita que para tocar bem é necessário tão somente aprender, treinar e se habilitar cada vez mais, e se tornar o mais habilidoso e tecnico possível. Outro, já na banda do outro extremo, acha que não, o negócio é sentir, é colocar o sentimento, a emoção e tudo vai atras.

É isso que chamo de extremos, pois creio que ambas tem sua parte de razão, mas não unilateralmente. A verdadeira adoração e uma musicalidade perfeita se faz não com uma verdade somente, mas na união das duas. Há de se aperfeiçoar em toda a tecnica, mas não pode deixar de dar vida à adoração ou música.

O salmista diz para tangermos a harpa "com habilidade". Pra Deus temos sim que dar o nosso melhor e fazer sempre com mais zelo possivel. Mas o sábio dos provérbios nos lembra que "as fontes da vida" estão no coração, nos sentimentos, nas emoções e pensamentos. Poemas maravilhosos saem de corações apaixonados, mãos habilidosas tocam a canção composta no timbre de emotivo músico.

Amados, convido-os a se aperfeiçoarem sempre naquilo que tocam, cantam, dançam ou realizam. Com toda a técnica possível, mas nunca deixem de colocar o coração, cheio de amor e paixão, pra consigam "tocar" nos corações de quem aprecia e participa com vocês.

Vale o canto, vale a dança, vale a música, se vier no palpitar do coração.
Com amor,
Pr eliezer.

Nenhum comentário: