domingo, 14 de agosto de 2016

Feridos que curam


Ninguém escapa de ser ferido.
Somos todos pessoas feridas, física, emocional, mental ou espiritualmente.
A questão principal não é como podemos esconder nossas feridas, para assim não nos sentirmos envergonhados, mas “como podemos colocá-las a serviço de outros."
Quando nossas feridas deixam de ser uma fonte de vergonha e passam a ser uma fonte de cura, tornamo-nos pessoas feridas que curam.
Jesus é o enviado de Deus que, mesmo ferido, cura. Por meio de suas feridas somos curados. O sofrimento e a morte de Jesus trouxeram alegria e vida. Sua humilhação trouxe glória; sua rejeição, uma comunidade de amor.
Como seguidores de Jesus, também podemos permitir que as nossas feridas tragam a cura aos outros (Henri Nouwen. O curador ferido).

Nenhum comentário: