segunda-feira, 8 de junho de 2015

Morreu o humano




O modelo humano brasileiro que preferia ser boneco morreu.
Foi no último dia 4 de Junho.
Que pena, que trágico!
Celso Santebañes, fez várias modificações em seu corpo para ficar semelhante ao boneco Ken.

Já pensou nisso? Que miséria de compreensão do que é ser "humano".
Não há nada de errado em se divertir e encantar-se enquanto criança, e para outros até mesmo já crescidos, com a beleza e criatividade de um brinquedo. Isso é diversão e até mesmo pedagógico.
Mas, preferir a beleza plástica de um brinquedo ilusório ao invés do ser único e exclusivo como humano, moldados e criados pelo Criador de todas as outras coisas, e ainda sabedores que somos "à imagem e semelhança" do Deus Eterno e Magestoso, para mim é infelizmente o retrato da miséria mental e espiritual de nossos dias.

Morreu um ser humano, e isso é triste. O trágico é que já havia morte neste humano antes mesmo da vida o deixar. Ele perdeu a grande oportunidade de desfrutar, sem custos adicionais nenhum, de ser o mais belo das criaturas. O trágico é que existem milhares como ele espalhados nessa sociedade movida pelo esteriótipo.

Que isso nos faça refletir um pouco sobre a essência do que somos e do que cremos.
Humano que sou, falho e fraco, mas inerentemente feliz por esse privilégio, deixo meu abraço.

Eliezer.

Nenhum comentário: