segunda-feira, 10 de outubro de 2011

ORAÇÃO DAS CRIANÇAS



Sua professora ficou desesperada. A menina, de sete anos, sumiu da sala. Para piorar, outras três crianças também tinham desaparecido.
Ela começou a procurar por todas as salas, espalhadas pelo templo da igreja onde funcionava o projeto de reforço escolar, que ela mesma fundara havia poucas semanas e coordenava.
Na sua busca naquela manhã, o coração disparado ("onde foram parar?"; "será que foram para a rua, meu Deus?"), uma senhora trouxe uma informação:

-- Tem algumas crianças na sala de oração.
Alívio. Lá estavam as quatro.
A menina contou:
-- Hoje acordei com os gritos dos meus pais brigando. Vi meu pai com um papel na mão. Ele queria que a minha mãe assinasse, para venderem a nossa casa. Ele quer se separar da minha mãe. Então, viemos aqui, com minhas amigas, para Jesus não deixar papai vender a nossa casa e ir embora.
Então, eu me lembrei do salmo 8 ("Da boca de pequeninos e crianças de peito suscitaste força, por causa dos teus adversários, para fazeres emudecer o inimigo e o vingador").
Não é de emudecer?

Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

Nenhum comentário: