quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A SEMENTE CERTA!



Em tempos de escolhas difícies, tempos em que as aparências são mais significativas que os conteúdos, que a essência não é considerada, é muito importante ter convicções e primar por fidelidade.
Nosso Senhor nos conhece muito melhor que nós mesmos, é maravilhoso confiar em Seu amor e não em naquilo que temos a apresentar.
Segue uma ilustração...


Um certo principe oriental precisava se casar, mas apesar de muitas concorrentes, queria escolher uma esposa que fosse sincera e de confiança. Todas as moças do seu reino se empenhavam em agradá-lo para conquistar seu coração. Foi então que o principe propôs uma prova para escolher a sua futura esposa. Convocou todas as moças solteiras do seu reino que tivessem o desejo de se casar com o principe, para que fossem avaliadas e passassem por uma única prova. Muitas moças compareceram.
Todas ouviram do principe a seguinte recomendação:
- Todas vocês receberão uma semente de flor para plantarem num vaso, cuidarem pessoalmente e apresentarem a mim na data estabelecida. A dona da planta que eu escolher como mais bem cuidada será a minha futura esposa.
As moças voltaram para casa cada qual com sua sementinha, e foram cada uma, a seu modo cuidar para ter a melhor planta, até o dia da apresentação.
No dia estabelecido cada moça trazia a planta que lhe tinha sido confiada ainda como semente. Havia todos os tipos de plantas. O principe deu ordens para que fossem enfileiradas para que ele as examinasse uma a uma. Andava diante das flores e a cada interesse parava e comentava algo: essa é muito formosa; muito bonito o vaso escolhido para essa; esta aqui é pequenina, mas muito cheirosa; que flor exótica - disse para a dona de outra, e assim foi, por todas as moças e suas flores.
Quando retornou ao seu trono, o principe anunciou:
- Eu já tenho a minha escolhida para esposa. Ela é muito capaz, muito cuidadoza e zelosa para o bem, é íntegra e de total confiança, soube cuidar como nenhuma outra da planta que lhe dei. E assim fazendo o principe mandou trazer à sua presença uma moça que tinha em suas mãos uma plantinha mirrada, sem cor alguma, cheia de espinhos, sem nenhuma formosura.
Quando todas as outras concorrentes começaram a reclamar o príncipe as interrompeu e esclareceu o motivo de sua escolha:
- Vejo que minha escolha não faz sentido para vocês, mas eu explico. Muitas de você me apresentaram flores muito bonitas, formosas e maravilhosas, mas com a exceção desta que escolhi, todas elas falsas para mim. Essa planta é muito comum numa região distante daqui, não tem formosura, nem perfume, nada que pudesse nos atrair, no entanto todas vocês receberam uma semente desta planta, e quando pensaram que seriam reprovadas pela insignificância da planta mudaram aquilo que eu lhes dei para cuidar. Por isso creio ser essa a esposa ideal para mim, aquela que posso confiar plenamente.

Amém.

Um comentário:

Princesa aos olhos de Deus disse...

Só diante de Deus que podemos fazer a escolha certa ! Ele é nosso conselheiro! Linda essas palavras .
Pastor você ainda não é meu seguidor! Abraçss