sábado, 23 de outubro de 2010

Musica, teologia e humor.

Por indicação do meu querido amigo e colega Pr Paulinho Arantes, vi, ouvi e gostei muito deste video, então, disponho-o para que meus leitores se deliciem com o conjunto da música, teologia e humor... presentes de Deus para nós.



video

Muita Paz!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A SEMENTE CERTA!



Em tempos de escolhas difícies, tempos em que as aparências são mais significativas que os conteúdos, que a essência não é considerada, é muito importante ter convicções e primar por fidelidade.
Nosso Senhor nos conhece muito melhor que nós mesmos, é maravilhoso confiar em Seu amor e não em naquilo que temos a apresentar.
Segue uma ilustração...


Um certo principe oriental precisava se casar, mas apesar de muitas concorrentes, queria escolher uma esposa que fosse sincera e de confiança. Todas as moças do seu reino se empenhavam em agradá-lo para conquistar seu coração. Foi então que o principe propôs uma prova para escolher a sua futura esposa. Convocou todas as moças solteiras do seu reino que tivessem o desejo de se casar com o principe, para que fossem avaliadas e passassem por uma única prova. Muitas moças compareceram.
Todas ouviram do principe a seguinte recomendação:
- Todas vocês receberão uma semente de flor para plantarem num vaso, cuidarem pessoalmente e apresentarem a mim na data estabelecida. A dona da planta que eu escolher como mais bem cuidada será a minha futura esposa.
As moças voltaram para casa cada qual com sua sementinha, e foram cada uma, a seu modo cuidar para ter a melhor planta, até o dia da apresentação.
No dia estabelecido cada moça trazia a planta que lhe tinha sido confiada ainda como semente. Havia todos os tipos de plantas. O principe deu ordens para que fossem enfileiradas para que ele as examinasse uma a uma. Andava diante das flores e a cada interesse parava e comentava algo: essa é muito formosa; muito bonito o vaso escolhido para essa; esta aqui é pequenina, mas muito cheirosa; que flor exótica - disse para a dona de outra, e assim foi, por todas as moças e suas flores.
Quando retornou ao seu trono, o principe anunciou:
- Eu já tenho a minha escolhida para esposa. Ela é muito capaz, muito cuidadoza e zelosa para o bem, é íntegra e de total confiança, soube cuidar como nenhuma outra da planta que lhe dei. E assim fazendo o principe mandou trazer à sua presença uma moça que tinha em suas mãos uma plantinha mirrada, sem cor alguma, cheia de espinhos, sem nenhuma formosura.
Quando todas as outras concorrentes começaram a reclamar o príncipe as interrompeu e esclareceu o motivo de sua escolha:
- Vejo que minha escolha não faz sentido para vocês, mas eu explico. Muitas de você me apresentaram flores muito bonitas, formosas e maravilhosas, mas com a exceção desta que escolhi, todas elas falsas para mim. Essa planta é muito comum numa região distante daqui, não tem formosura, nem perfume, nada que pudesse nos atrair, no entanto todas vocês receberam uma semente desta planta, e quando pensaram que seriam reprovadas pela insignificância da planta mudaram aquilo que eu lhes dei para cuidar. Por isso creio ser essa a esposa ideal para mim, aquela que posso confiar plenamente.

Amém.

sábado, 2 de outubro de 2010

Amante...



Quem é o seu amante?
(Jorge Bucay - Psicólogo)


" Muitas pessoas tem um amante e outras gostariam de ter um.
Há também as que não tem, e as que tinham e perderam".

Geralmente, são essas últimas que vem ao meu consultório, para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insônia, apatia, pessimismo, crises de choro, dores etc.
Elas me contam que suas vidas transcorrem de forma monótona e sem perspectivas, que trabalham apenas para sobreviver e que não sabem como ocupar seu tempo livre.
Enfim, são várias as maneiras que elas encontram para dizer que estão simplesmente perdendo a esperança.
Antes de me contarem tudo isto, elas já haviam visitado outros consultórios, onde receberam as condolências de um diagnóstico firme:
"Depressão", além da inevitável receita do anti-depressivo do momento.
Assim, após escutá-las atentamente, eu lhes digo que não precisam de nenhum anti-depressivo; digo-lhes que precisam de um AMANTE!!!
É impressionante ver a expressão dos olhos delas ao receberem meu conselho.
Há as que pensam:
"Como é possível que um profissional se atreva a sugerir uma coisa dessas"?!
Há também as que, chocadas e escandalizadas, se despedem e não voltam nunca mais.
Aquelas, porém, que decidem ficar e não fogem horrorizadas, eu explico o seguinte:
AMANTE é aquilo que nos "apaixona", é o que toma conta do nosso pensamento antes de pegarmos no sono, é também aquilo que, às vezes, nos impede de dormir.
O nosso "AMANTE " é aquilo que nos mantém distraídos em relação ao que acontece à nossa volta. É o que nos mostra o sentido e amotivação da vida.
Às vezes encontramos o nosso "AMANTE" em nosso parceiro, outras, em alguém que não é nosso parceiro, mas que nos desperta as maiores paixões e sensações incríveis, em amigos, em pessoas.
Também podemos encontrá-lo na pesquisa científica ou na literatura, na música, na política, no esporte, no trabalho, na necessidade de transcender espiritualmente,
na boa mesa, no estudo ou no prazer obsessivo do passatempo predileto....
Enfim, é "alguém!" ou "algo" que nos faz "namorar a vida" e nos afasta do triste destino de "ir levando"!..

E o que é "ir levando"?
Ir levando é ter medo de viver.
É o vigiar a forma como os outros vivem, é o se deixar dominar pela pressão, perambular por consultórios médicos, tomar remédios multicoloridos, afastar-se do que é gratificante, observar decepcionado cada ruga nova que o espelho mostra, é se aborrecer com o calor ou com o frio, com a umidade, com o sol ou com a chuva.
Ir levando é adiar a possibilidade de desfrutar o hoje, fingindo se contentar com a incerta e frágil ilusão, de que talvez possamos realizar algo amanhã.
Por favor, não se contente com "ir levando"; procure um amante, seja também um amante e um protagonista ... DA SUA VIDA!

Acredite: O trágico não é morrer, afinal a morte tem boa memória, e nunca se esqueceu de ninguém. O trágico é desistir de viver... Por isso, e sem mais delongas, procure um amante ...
A psicologia após estudar muito sobre o tema, descobriu algo transcendental:

"PARA ESTAR SATISFEITO, ATIVO E SENTIR-SE JOVEM E FELIZ, É PRECISO NAMORAR A VIDA".