quinta-feira, 28 de maio de 2009

Velho ou Jovem!



A juventude não é um período da vida: ela é um estado de espírito, um efeito da vontade, uma qualidade da imaginação, uma intensidade emotiva, uma vitória da coragem sobre a timidez, do gosto da aventura sobre o amor ao conforto.

Não é por termos vivido um certo número de anos que envelhecemos; envelhecemos porque abandonamos o nosso Ideal.
Os anos enrugam o rosto; renunciar ao Ideal enruga a alma.

As preocupações, as dúvidas, os temores e os desesperos são inimigos que lentamente nos inclinam para a terra e nos tornam pó antes da morte.

Jovem é aquele que se admira, que se maravilha e pergunta, como a criança insaciável: e depois?
Ele desafia os acontecimentos e encontra alegria no jogo da vida.

És tão jovem quanto a tua fé. Tão velho quanto a tua descrença;
Tão jovem quanto a tua confiança em ti e a tua esperança,
Tão velho quanto o teu desânimo.

Serás jovem enquanto te conservares receptivo ao que é belo, bom, grande.
Receptivo às mensagens da natureza, do homem, do infinito.
(General Mac'Arthur)

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Doando, Sobra!



Tornando-se doente um chefe de família, e sentindo-se próximo da morte, fez o seu testamento de maneira que os seus filhos ficassem contentes.

Passados alguns dias o homem morreu. Os filhos ficaram tristes muito naturalmente, porém se consolaram com o fato de que o velho tinha vivido uma vida longa, útil e honesta. Logo, sem remorsos, poderiam gozar a fortuna que lhes legara o bondoso pai.

Abrindo-se o testamento, notaram que o filho mais velho receberia a metade da fortuna; o segundo filho, o do meio, um terço; e o mais novo, um nono. Ficaram satisfeitos, pois acharam a partilha justa. Só não sabiam que a herança consistia de 17 camelos. Ora, como dividir os bens, sabendo-se que a metade de 17 é 8 ½? Não poderiam matar um camelo e parti-lo ao meio. Isso nada lhes aproveitaria.

Ainda assim, lembraram-se os rapazes de que tinham um tio, que embora pobre, era muito sábio. Resolveram consultá-lo. Chegando à casa do parente, depois de uma longa jornada, contaram-lhe o problema.

Tendo ouvido atentamente o caso, o tio, pensativo, depois de alguns minutos, disse aos sobrinhos que já encontrara uma solução para o problema. Ele possuía um camelo e doaria esse animal aos rapazes, assim, com dezoito camelos poderiam efetuar a partilha sem nenhum problema.

Assim, voltando para casa, os três herdeiros, com o camelo do tio, foi fácil fazer a divisão: metade de dezoito, nove, a herança do filho mais velho; um terço de dezoito, seis, a parte do filho do meio; e um nono de dezoito, dois, quanto coube ao filho menor.

Então veio a surpresa: 9 + 6 + 2 = 17. Sobrou um camelo. Depois de cada um dos herdeiros receber todo satisfeito a sua parte, lá estava inteirinho o animal que tinha resolvido a questão. Assim, voltando à casa do tio, demonstrando afetuosa gratidão, os rapazes com muita alegria devolveram-lhe o camelo.

Quantos problemas mais difíceis que esse poderiam ser resolvidos se estivermos dispostos a ceder alguma coisa.


"Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber". At 20.35.

"Levai as cargas uns dos outros e assim cumprireis a lei de Cristo". Gl 6.2.

"Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também". Lc 6.38.

"A alma generosa prosperará, e quem dá a beber será dessedentado". Pv 11.25.

Pr. Pedro Liasch Filho
Adaptado do original de Malba Tahan

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Vocação



"Se você ainda não sabe qual é a sua verdadeira vocação, imagine a seguinte cena:
Você está olhando pela janela, não há nada de especial no céu, somente algumas nuvens aqui e ali. Aí chega alguém que também não tem nada para fazer e pergunta:
- Será que vai chover hoje?

Se você responder "com certeza"... a sua área é Vendas:
O pessoal de Vendas é o único que sempre tem certeza de tudo.

Se a resposta for "sei lá, estou pensando em outra coisa"... então a sua aérea é Marketing:
O pessoal de Marketing está sempre pensando no que os outros não estão pensando.

Se você responder "sim, há uma boa probabilidade"... você é da área de Engenharia:
O pessoal da Engenharia está sempre disposto a transformar o universo em números.

Se a resposta for "depende"... você nasceu para Recursos Humanos:
Uma área em que qualquer fato sempre estará na dependência de outros fatos.

Se você responder "ah, a meteorologia diz que não"... você é da área de Contabilidade:
O pessoal da Contabilidade sempre confia mais nos dados no que nos próprios olhos.
Se a resposta for "sei lá, mas por via das dúvidas eu trouxe um guarda-chuvas":
Então seu lugar é na área Financeira que deve estar sempre bem preparada para qualquer virada de tempo.

Agora, se você responder "não sei"... há uma boa chance que você tenha uma carreira de sucesso e acabe chegando a diretoria da empresa.

De cada 100 pessoas, só uma tem a coragem de responder "não sei" quando não sabe.
Os outros 99 sempre acham que precisam ter uma resposta pronta, seja ela qual for, para qualquer situação.

"Não sei" é sempre uma resposta que economiza o tempo de todo mundo, e pré-dispõe os envolvidos a conseguir dados mais concretos antes de tomar uma decisão.

Parece simples, mas responder "não sei" é uma das coisas mais difíceis de se aprender na vida corporativa.
Por quê? > Eu sinceramente "não sei".
(Antonio Ermírio de Moraes - Revista Exame)

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Mãe devia ser eterna. (Homenagem)


Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

quinta-feira, 7 de maio de 2009

O Que Te Prende!


"Quem estiver no telhado da sua casa não desça para tirar coisa alguma.
Quem estiver no campo não volte para pegar o manto..."
(Mateus 24.17,18)

Cuidado com o que você se apega.
Pense bem no que te prende, no que te chama muito a atenção.
Examine o que mais consome seu dinheiro, pois é lá que o seu coração está.
Onde você tem mais investido seu tempo?

No dia da chamada, talvez muitos não ouvirão, não atenderão porque estão muito ocupados e presos às "coisas desta vida".
Não que sejam necessariamente ruins, como nos dias de Noé (Mt 24.37ss) comiam. bebiam, casavam-se... nada demais, mas distraíram-se tanto que não adentraram no barco da salvação.

Que nossos olhos estejam fixos nAquele que foi levantado no meio deste mundo (João 3.14), e que nada ocupe mais o nosso pensamento que o autor e Consumador da nossa fé.

Repito... cuidado com aquilo que te prende! (vide charge)

domingo, 3 de maio de 2009

Presente desapercebido...

O Mestre Hugo confronta o temeroso urso Panda quanto a sua difícil tarefa de deter um grande inimigo, ou, voltar à sua vidinha de sempre, inadesafiadora.
As oportunidades que se nos apresentam fazem parte do tempo. E, o tempo denominado de agora, é o único que temos, mas é mais do que muitas vezes entendemos, como dito pelo tartaruga mestre:

“O Ontem é história.
O Amanhã é mistério.
O Hoje é uma dádiva.
Por isso que se chama presente”.

Mestre Hugo (Kung Fu Panda)