segunda-feira, 19 de julho de 2010

Amigos valem muito!!!



O amigo ama em todos os momentos; é um irmão na adversidade.
Pv 17:17
Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro.
Pv 27:17

Alguns estudos mostram que quem tem amigos vai menos ao hospital e, quando vai, se recupera na metade do tempo. As pessoas sem amigos estão mais sujeitas à depressão, problemas com drogas", diz Ailton Amélio da Silva, psicólogo do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP).


De acordo com Antonio Carlos Amador Pereira, psicólogo, psicoterapeuta e professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC)/SP, a amizade é necessária para todos. "Tanto é que as crianças, quando não têm amigos, inventam os imaginários."

Não há como se medir o valor de um amigo leal e verdadeiro. Mas amigos não surgem, não aparecem, não acontecem... são cultivados.
Por isso mãos à obra, e busque já um amigo pra cultivar, amar e abençoar.

Bom exemplo nós temos:
13 Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos. 14 Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno. 15 Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido.
Jo 15.13-15

Linda Canção...


É Preciso Confiar em Deus
Regina Mota
Composição: Jader Santos

Passei tribulações
Eu já sofri na minha vida
Qual ave sem um ninho
Procurando abrigo
Clamei em alta voz
Ninguém queria ouvir
"Senhor",eu perguntei, "por quê?"

Custei a entender
Que as provações da minha vida
Provêm de todo mal
Que neste mundo habita
Aqui quem só perdeu
Quem sabe só ganhou
Um dia todos saberão
Um dia os olhos se abrirão
Pra tudo entender

É preciso confiar em Deus
É preciso confiar em Deus
Quando a sombra do mal
Batendo à porta vem
É preciso com fé lutar
É preciso tão só lembrar
Que depois dessas trevas vem o sol
Que depois da angústia vem a paz
É através do sofrer que
Eu toco a mão de Deus
É preciso coragem pra seguir
Pois um dia a tristeza findará
E ao final todo pranto
Ele enxugará

quinta-feira, 1 de julho de 2010

O Motorista Honesto da Copa de 1994



por Dennis Downing


Na Copa do Mundo de 1994, o goleiro Taffarel ajudou a levar o time Brasileiro à sua quarta vitória em Copas do Mundo - e por esquecimento quase perdeu a medalha da vitória. Numa curta viagem entre hotéis no dia seguinte ao jogo final, Taffarel deixou uma pochette com os passaportes dele e de sua família, $60,000 dólares e sua medalha da Copa num taxi.

O motorista do taxi, Juan Blanco, da cidade de Santa Ana, louco por futebol, havia torcido pelo Brazil no jogo final. Impedido de assistir ao jogo ao vivo, porque não podia pagar o ingresso de $180-$475, Juan teve que se contentar em ver o jogo pela televisão. Juan disse depois que, no curto trajeto entre hotéis naquele dia, achou algo familiar no passageiro, mas, só quando chegou ao destino e Taffarel pediu para ir à entrada de trás para evitar os fãs, é que percebeu que se tratava do próprio goleiro do time vitorioso. Não querendo incomodar o astro, Juan o deixou na entrada, recebeu a modesta quantia da corrida, e voltou para casa para tomar seu café da manhã e descansar. Só depois, quando voltou ao carro é que ele descobriu uma pochette no banco do passageiro. Quando abriu, Juan encontrou os passaportes da família Taffarel, os $60,000 dólares e a medalha da Copa.

Juan confessou que foi tentado a voltar para o México com o dinheiro. Ele pensou no quanto aquele dinheiro poderia ajudar a sua família. Mas, ele sabia que a coisa certa era devolver tudo ao verdadeiro dono. Com seu irmão junto, Juan voltou para o hotel. No caminho, ele ouviu no rádio que a polícia estava à procura do motorista que havia levado Taffarel. Quando ele chegou no hotel, no entanto, ele fez questão de entregar os pertences pessoalmente. Taffarel também queria conhecer o motorista honesto. Segundo Juan, Taffarel agradeceu com um forte abraço e disse que não havia muita gente que faria o que ele fez. Em compensação, Juan recebeu um moletom do time do Brazil assinado pelo goleiro e $1,000 dólares.

Nem sempre a coisa certa traz o retorno que a gente queria. Às vezes custa, e caro. Mas, se é a coisa certa para fazer, então temos que fazê-la. Há muita coisa boa em futebol e esportes. Há inúmeras oportunidades para atletas e torcedores servirem a Deus e darem glórias a Ele. Tomara que mais atletas fizessem isso. Não sabemos se, para Deus, a vitória do Brasil na Copa de 1994 valia muita coisa. Mas, acredito que aquele motorista de táxi voltou para sua casa, um herói para Taffarel, e um vencedor aos olhos do Rei.

Veja mais mensagens como esta na seção especial "A Copa do Mundo e a Coroa da Vida " no site da www.hermeneutica.com
http://www.iluminalma.com.br/vec/1006/28-motorista.html