domingo, 28 de junho de 2009

Michael Jackson


Michael Jackson e a Saga Humana

O som do Michael nunca fez a minha cabeça, embora reconheça nele um extraordinário talento, uma incrível criatividade e uma enorme sensibilidade.

Sua trajetória como artista e como homem, no entanto, tem muito a me dizer.

E fala (chega mesmo até a gritar) sobre o que temos de mais humano: nossa capacidade de transcender a nós mesmos através de nossas realizações, de nossa inventividade, de nossa arte, e assim eternizarmos a nossa obra. Já dizia Sêneca, “longa é a arte, breve é a vida”.

Sua senda também me ensina sobre a nossa vocação, como seres humanos, para apresentarmos no palco da vida um espetáculo inusitado e surpreendente, repleto ora de elementos de glória sublime, ora de tragédia pungente.

E isso é comum a todos nós.

Todos tivemos, temos ou teremos momentos singulares de realização, de contentamento, de vitória.

E também já vivemos ou viveremos tempos de dor, de luto, de vergonha, de desterro.

Esse é o caminho dos que são a coroa desta criação.

Esse foi o caminho descrito no livro sagrado que o Cristo de Deus percorreu.
Da eternidade em harmonia triuna ele se esvazia tomando a forma de escravo, vivendo entre os homens, morrendo entre ladrões.

E é então exaltado, recebendo o nome que está acima de todo nome.
Eu poderia ocupar espaço falando dos escândalos, das dívidas, do isolamento, das deformações físicas e psicológicas que sempre ocuparam o cotidiano do ser humano Michael.

Prefiro, no entanto, refletir sobre as minhas próprias imperfeições, distorções, incoerências e enfermidades que, aliás, todos temos em diferentes formas e momentos.

E nisso tudo, don’t matter if you’re black or white!

• Jorge Camargo, mestre em ciências da religião, é intérprete, compositor, músico, poeta e tradutor.
http://www.jorgecamargo.com.br/

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Perdoem-me!



Aos que tentaram postar e não conseguiram...
Me perdoem.
O erro foi meu,
mas, agora podem fazê-lo à vontade,
e obrigado pelo puxão de orelha.
Eu os amo também por isso!!!

domingo, 14 de junho de 2009

SÊ TU UMA BÊNÇÃO



E naquele momento
- momento de decisão –
Havia apenas uma ordem:
“Sai da tua terra,
Deixa a tua casa,
Caminha para um lugar
Que eu te mostrarei...”

Mas onde ir, onde andar?
Qual o caminho seguir?
Em que estrada caminhar?
Mas havia uma promessa:
“Qualquer que for o teu destino,
Qualquer que seja a tua habitação,
- garante o Deus Divino –
Vai, Sê tu uma bênção.”

Bênção... Abençoar quem?
Que poder eu tenho?
Que força eu detenho?
Eu... eu não sou ninguém!
E ainda hoje se escuta
A poderosa voz dizer:
“Vai, sê tu uma bênção,
Abençoa outros no viver!
Levanta, saia do teu lugar,
Dá o primeiro passo
E o cenário vai mudar...
Se não podes ser tão grande
Tua fragilidade vai abençoar...
Se não podes ser estrada,
Sê uma trilha onde a graça,
Alegria, o perdão de Deus passa,
Fazendo a vida abençoada...
Se não podes ser estrela,
Sê então pequena luz
Que rompendo a escuridão
Faça a diferenciação:
Deixe brilhar Jesus!

Se Não podes ser o sol
- esta estrela reluzente –
Sê uma pequena chama,
- chama que oriente e aqueça –
Mas que viva permaneça,
Abençoando a quem clama...

Não, não, para que grandezas?
Reconhece tua estatura...
Começa com coisas pequenas
Devagar, mas mudando a cena
E a grandiosidade surgirá.
Estende o braço para o abraço,
Fala de vida e esperança,
Mostra o amor que alcança
Que resgata do fracasso!

Divide aquilo que tens,
Faze o bem acontecer...
Não é preciso ter bens
Para brilhar no viver!
Divida a tua intercessão.
Mostra toda a atenção,
Mostra também simpatia!
E os milagres surgirão,
Vidas serão transformadas,
Pessoas serão resgatadas
Pela graça do perdão...”

Vai... sê tu uma bênção...
Bênção para Deus,
Bênção para os teus,
Bênção para ti.
E, um dia, além do véu,
Tu ouvirás lá do céu
O Senhor Jesus te falar:
“Bem vindo servo fiel,
Entra, este aqui é teu lugar
- mais que um lugar, um lar –
A tua vida só abençoou,
Desfruta do gozo do teu Senhor,
Na terra dos homens,
Soubeste me amar!”

Para mais poemas do autor, visite a Comunidade dedicada a ele no Orkut, em: http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=22533944

http://poesiaevanglica.blogspot.com/

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Cada dia mais bonito!




"Vamos prosseguir para a perfeição" - Hebreus 6.1

Pouquíssimos são aqueles que olham para o espelho e chegam à mesma conclusão que o famoso jogador de futebol americano Joe Namath chegou. No auge da sua carreira, ele escreveu um livro intitulado "Não vejo a hora de chegar amanhã, pois a cada dia que passa eu fico mais bonito".

Tenho como brincadeira o costume de responder a quem me questiona como estou, que "estou cada dia mais bonito, não importa o que aconteça". Não tenho a presunção de me achar belo, mas posso brincar assim. No entanto por mais cômico que possa parecer, isso nos ajuda a pensar como nós, sendo cristãos, devemos nos enxergar durante este processo de tornarmo-nos como Ele (Rm 8.29) - um processo que dura a vida toda. A Palavra nos diz que, para sermos como Jesus, devemos melhorar a cada dia.

O processo de tornar-se como Cristo chama-se santificação; e começa desde o momento em que depositamos nossa fé em Jesus a fim de recebermos perdão para nossos pecados. Aos olhos de Deus nós somos santificados, ou seja, separados das coisas impuras, e fazemos parte de sua familia.

Mas santificação é também o contícuo processo no qual nos tornamos mais e mais como nosso Salvador, quando permitimos ao Espirito Santo desenvolver em nós suas características. Nossa parte é "ficarmos firmes" esforçando-nos para alcançar a maturidade espiritual (Filipenses 3:12).

Faça a si mesmo esta pergunta: Será que hoje eu sou mais bonito espiritualmente do
que era ontem? É uma boa forma de testar se você está se tornando como Jesus.

**************************************

CADA DIA DE MEU SALVADOR MAIS PERTO,
CADA DIA ABANDONANDO MEU QUERER,
ATÉ QUE UM DIA CRISTO REINE ABSOLUTO
NO RECÔNDITO PROFUNDO DE MEU SER. - BRANDT

***************************************
O novo nascimento acontece num momento;
mas o crescimento de um cristão leva a vida inteira .
***************************************

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Um grande amor... Pib Santa Fé!



Foi com a mensagem oficial proferida pelo Pastor Malcom Tolbert, acompanhado pelo missionário Willian L. Clinton, que a Igreja Batista de Santa Fé do Sul foi organizada no dia 05 de Junho de 1955 tendo o Pastor Valentim Gazzoli o seu primeiro ministro local. Eram um pouco mais de 60 membros, contando os moradores de cidades vizinhas ainda sem igreja, e com muita alegria e festividade na cidade.
Sucederam-se os pastores João R.Rodrigues; Antonio Pacheco, José Bispo, Francisco de Assis e Eliezer Ferreira de Almeida, cada qual com uma ênfase ministerial diferente, fazendo assim que a igreja fosse amplamente enriquecida pelos seus pastores.
A igreja é marcada pelo ardor evangelístico, liderança bem doutrinada, a adoração contagiante e agora efetiva-se através do ministério em Células. Houveram dias de tristeza e de lutas, mas muita graça de nosso Amado Cristo foi-nos dispensada.
Às vezes somos lembrados por um lindo templo erguido nestes últimos anos, mas a melhor construção desta igreja tem sido nas muitas vidas, através de suas células, da contínua Escola Bíblica, do treinamento de líderes, do comprometimento social e do testemunho eficaz de seus membros que cada dia mais faz brilhar a luz de Cristo (Fp 2.15)
Amo demais esse povo que Deus me deu. É uma grande alegria participar deste tempo na vida desta igreja. Viva intensamente essa alegria também. Aleluia!